Buscar
  • Liga Jobs

Alguns conselhos importantes para se livrar do desemprego


Por Carlos Rogério, para Blog da Liga


Falo por experiência própria de ter ficado quatro vezes desempregado na minha carreira e ter trabalhado cinco anos como diretor em uma consultoria de recolocação.


Sempre é bom refletir sobre os motivos reais da demissão, mesmo que a alegação seja a crise financeira. Vá além disso, pois essa atitude reflexiva pode lhe proporcionar uma primeira pista sobre o que você pode melhorar em sua carreira.


Você pode optar por uma assessoria em recolocação ou fazer por conta própria.


Primeiro prepare o discurso de saída, explicando porque saiu da empresa e, se possível, alinhe com a equipe de RH da empresa que o demitiu para que eles se disponham a dar também as explicações, caso seja necessário.


Lembre-se que o processo de procura de um emprego exige bastante esforço e disciplina. Fatores como qualidade da experiência que você tem, as empresas em que trabalhou, os idiomas que fala e seu conhecimentos específicos, além da área de atuação podem aumentar ou diminuir o tempo de procura por um novo emprego.


Faça um pequeno inventário de seus conhecimentos formais obtidos em escolas e cursos, suas habilidades como domínio de produzir resultados por meio de seus conhecimentos, e suas atitudes, que se referem ao querer fazer.


Também é uma boa hora para checar suas competências, que se referem à capacidade de exercer com sucesso as funções de um determinado cargo, e especifique em que nível está cada uma de suas competências.


Caso você nunca tenha feito um assesment em uma das empresas que trabalhou, esta é uma boa hora, para checar suas competências e comportamentos. Existem vários assesments, tais como Quantum, DISC, MBTI, TRIMETRIX e outros. Eles servem para medir e desenvolver suas competências e comportamentos.


Tenha em mãos quais eram os Indicadores Chaves de Desempenho de Sucesso (KPIs) da área em que trabalhava e como administrava esses itens.


O currículo deve ter 2 páginas e o mais importante, além das responsabilidades, é não esquecer da parte dos resultados obtidos, que devem ser mencionados de forma que as metas sejam específicas e relevantes e dentro de um tempo determinado.


Para enviar e disseminar o seu cv na rede de contatos, defina as empresas , sempre lembrando qual é o seu mercado, quem são os concorrentes, quem usa processos e sistemas parecidos com os que você conhece, além de idiomas de origem da empresa.


Defina a região que você pode trabalhar e os segmentos em que pode prospectar. É preciso ter foco para esta fase.


Você deve ativar sua rede (networking) de amigos de trabalho, de escola , de associações profissionais, professores, parentes, entidades de classes, associações de classe, revistas e jornais especializados.


Acesse os sites de empresas de recrutamento e seleção, head hunters, agências de empregos, sites de empregos , linkedin e sites de empresas alvos na área “ Trabalhe Conosco”.


Também não esqueça de citar as referências, de informá-las que poderão ser contatadas, enviar para elas a cópia do cv e, se possível, conversar sobre as competências que gostaria que fossem destacadas. De preferência escolha um chefe, um par, um subordinado, um cliente ou fornecedor para dar as referências.


É importante nesta fase não descuidar da aparência, do corpo e da saúde mental. Tente manter uma rotina diária, com horário certo para procurar emprego e outra hora para as demais coisas. O tempo disponível pode ser aproveitado para novos cursos, mais tempo com a família e um novo idioma.


Toda vez que for em uma entrevista, procure dados da empresa na internet, quais os produtos, quem são os clientes, quem são os fornecedores. Procure o perfil de quem vai lhe entrevistar no LinkedIn.


Seja sempre otimista e positivo, e não caia na tentação de falar mal de sua antiga empresa, ou do chefe, em uma entrevista.


Boa sorte e um novo emprego.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo