Buscar
  • Liga Jobs

Gestão de fornecedores na construção civil em tempos de pandemia

Contribuir para evitar o colapso dos prestadores de serviços é evitar com que consequências desastrosas cheguem à construção civil


Ser proativo nesse momento é fundamental, certamente, cada empresa saberá seu papel no fortalecimento da cadeia.


Abordar os desafios da gestão de fornecedores na construção civil não é um assunto novo, no entanto em função do momento que estamos vivendo, o tema vem se destacando dentro da cadeia de suprimentos.


Uma crise, por mais difícil que seja, sempre deixa algum aprendizado, essa está nos mostrando, por exemplo, a importância da cadeia de fornecimento. Mais do que nunca, para garantir os abastecimentos estamos tendo que reforçar antigas parcerias e buscar novas alianças.


Grande parte das tarefas desempenhadas por prestadores de serviço no canteiro de obras são executadas por empresas de pequeno e médio porte, intensivas de mão de obra e com pouca desenvoltura para gestão financeira, por tal configuração que essas empresas são as primeiras a serem afetadas em uma crise.


Sendo assim, como o impacto para o Contratante é relevante, torna-se fundamental o gerenciamento desse risco. Em outras palavras, precisamos cuidar dos nossos fornecedores. E como podemos fazer isso? É difícil! Não existe fórmula e tão pouco receita, ter uma relação próxima e um bom canal de comunicação pode facilitar a leitura do momento atual dos fornecedores.


Outro ponto que vale a pena destacar é a atualização do mapa de risco e a sua associação com a situação de cada empresa denominada estratégica, assim será possível uma visão mais clara do cenário que a empresa está exposta e permitirá medidas mais adequadas para redução do risco.


No passado diversas empresas lançaram programa de desenvolvimento para fornecedores, e atualmente muitas já estão se destacando nas ações de apoio, umas estão dando suporte para aquisição de EPIs de combate ao Covid-19, outras anteciparam pedidos de materiais, existem aquelas que a liberaram o pagamento de retenções contratuais, ou seja, as estratégias de gestão de fornecedores podem seguir diferentes caminhos, importante é cada empresa, dentro da sua possibilidade busque contribuir para fortalecer a cadeia produtiva, tendo em mente que o colapso dos prestadores de serviços trazem consequências desastrosas para o negócio.


Ser proativo nesse momento é fundamental, certamente, cada empresa saberá seu papel no fortalecimento da cadeia da construção.


 

Por Veronica Lima, disponível em Blog da Liga.

3 visualizações0 comentário